Motorista morador de Ibaté é detido em Barretos com CNH falsa e Arma de fogo

Os Policiais Militares Rodoviários, Sargento Fazan e Cabo Ferraz, apresentaram preso no Plantão Policial de Barretos, o motorista Sebastião Santos Sobrinho, 55 anos, morador na cidade de Ibaté.

Informaram os policiais que eles realizavam a “Operação Pró Carga” em um posto de combustíveis instalado as margens da Rodovia Assis Chateaubriand, ocasião em que abordaram o condutor de uma caminhonete S-10, preta, com placas da cidade de Ibaté.

Os policiais solicitaram a documentação do veículo e a CNH do motorista, identificado como Sebastião Santos Sobrinho, ocasião em que ele apresentou uma CNH categoria “AE”, com validade 23/06/2022, constando ainda no verso deste documento um código “QR”, o que não é usualmente utilizado em expedição de CNH pelo órgão oficial.

Os policiais realizaram vistoria na caminhonete e encontraram debaixo do banco do motorista, lado esquerdo, um revólver Taurus, calibre 38, com numeração intacta, municiada com seis cartuchos Íntegros do mesmo calibre.

Indagado sobre a procedência do documento falso, o indiciado confessou haver adquirido aquela CNH de um desconhecido há cerca de alguns meses atrás na cidade de Descalvado, pagando a quantia de R$ 1.800,00 em dinheiro pelo documento, não tendo realizado nenhuma prova teórica ou prática para obtenção daquela CNH, confessando ainda que forneceu seus dados pessoais e fotografia para sua confecção, e que posteriormente o documento foi entregue a ele pelo desconhecido.

Quanto à arma de fogo apreendida, o indiciado alegou havê-la adquirido, também de um desconhecido, e que não lhe foi ofertado nenhum documento de registro ou de porte daquela arma de fogo, não tecendo maiores detalhes, nem tampouco da procedência da arma.

Diante das circunstâncias, foi dada voz de prisão em flagrante ao indiciado, sendo apreendida a CNH falsa e a arma, além das munições.

No Plantão Policial, a prisão foi ratificada pelo delegado, Dr. Edson Winning, que arbitrou fiança no valor de R$ 1.000,00, pelo crime de porte de arma, não sendo arbitrada fiança pelo uso de documento falso, ocasião em que o indiciado permaneceu preso em uma das celas da cadeia anexa ao prédio da Delegacia Seccional de Policia de Barretos, devendo ser apresentado em Audiência de Custódia no Fórum local.

(A Gazeta de Barretos)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *