Frequentadores do Centro de Convivência da Melhor Idade de Ibaté visitam Ibitinga

Na última semana, os frequentadores do Centro de Convivência da Melhor Idade de Ibaté visitaram a 45ª Feira do Bordado de Ibitinga, que traz novidades do setor de cama, mesa e banho.
A cidade de Ibitinga é conhecida como a capital nacional do bordado e durante o ano todo atrai pessoas do país inteiro, porém ,de 5 a 15 de julho, foram apresentadas as novidades que os idosos de Ibaté puderam conhecer.
Para a coordenadora do Centro de Conivência da Melhor Idade de Ibaté, Dirce Lopes Peruchi, é mais uma oportunidade para os frequentadores do local conhecer algo novo. “Dessa vez levamos os idosos até a Feira do Bordado realizada em Ibitinga, foi uma oportunidade para que eles conheçam como é a festa de lá, possam passear e também para quem gosta desse setor e também faz bordados em casa”, apontou.
No total, 70 idosos de Ibaté foram até a Feira do Bordado, onde conheceram as novidades e acabaram sendo entrevistados por uma emissora de televisão local e saíram na página oficial da festa nas redes sociais.
De acordo com o prefeito José Luiz Parrella (PSDB), este tipo de atividade serve para que os idosos possam conhecer novos lugares e também se distraírem. “”O objetivo é proporcionar aos idosos, dias animados e diferentes do seu cotidiano, dessa vez eles foram até Ibitinga, a capital nacional do bordado, e puderam acompanhar as novidadesdo setor”, destacou o chefe do Executivo, que é o grande incentivador das atividades.

Referência

Inaugurado no dia 7 de janeiro de 2012, o Centro de Convivência da Melhor Idade de Ibaté tem sido referência em toda a região central do Estado de São Paulo, devido, não somente ao tratamento, mas também pelas atividades realizadas e os benefícios oferecidos aos frequentadores, que têm aumentado consideravelmente.
O serviço atua na cidade há quase seis anos e realiza atendimento preventivo de saúde para idosos independentes, promovendo convivência social e diversas atividades com alimentação, grupos terapêuticos, aferição da pressão arterial, educação física, caminhada, pintura, crochê; bordado, cestaria, tapeçaria, passeios e festas.
Atualmente, o espaço atende cerca de 150 pessoas e é coordenado por Dirce Lopes Peruchi, que procura atender sempre bem e melhorar a saúde dessas pessoas. Um ponto importante tem sido destaque: a recuperação da autoestima dos idosos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *